×

NOSSO BLOG

10 de Setembro de 2021

Robótica aproxima jovens do mundo da tecnologia

Compartilhar:

Aparatos tecnológicos como computadores, celulares, Internet, mp3 e smartphones entraram na casa, rotina e vida de várias pessoas com força cada vez maior nos últimos anos. Hoje, as crianças aprendem a manusear um tablet e acessar ao YouTube antes mesmo de andarem ou falarem. Chamados de nativos digitais, as gerações mais novas mantêm relacionamento intenso com a tecnologia e, no caso de crianças e adolescentes, cabe aos pais fazer com que essa relação seja benéfica. Uma das formas de criar laços saudáveis entre os jovens e a tecnologia é a Robótica. 

Nas aulas de Robótica, a criança e o adolescente se divertem enquanto aprendem coisas novas e aprimoram conhecimentos, além de estimular novas habilidades. Um dos principais benefícios de aprender Robótica é o desenvolvimento do raciocínio lógico. Através da linguagem da programação, o jovem é incentivado a pensar de forma ordenada, organizando seus pensamentos para concluir atividades e solucionar problemas. Capacidades como essa podem ser aplicadas nas mais variadas situações para o resto da vida, seja dentro da sala de aula, em um trabalho futuro ou no cotidiano. 

Quando se fala no desempenho escolar, a robótica traz incontáveis vantagens. “Os alunos aprendem a raciocinar com mais precisão e tem um maior senso criativo que os auxilia na compreensão de novos conceitos em qualquer área do conhecimento, além de aumentar o interesse pelo aprendizado e a participação direta no mundo digital”, afirma José Antônio, professor de Robótica do CEPJSS. 

Para crianças mais novas, a Robótica age diretamente na coordenação motora e para as mais velhas, as aulas estimulam a investigação através da leitura. Ambas as ações trazem resultados positivos na escrita, seja no processo de aprendizagem da coordenação, seja no conhecimento adquirido através do hábito da leitura, afinal é de conhecimento comum que quem lê com assiduidade, escreve melhor. Quem estuda robótica, tem contato também com matérias ligadas à área de tecnologia como matemática e física e se familiariza com ambas as disciplinas com resultados positivos na sala de aula tradicional. 

Outros benefícios ainda podem ser apontados: “Além dos benefícios cognitivos que a robótica traz, ela também pode ajudar com o desenvolvimento pessoal e emocional dos nossos alunos”, diz o professor José Antônio, e acrescenta, “Eles aprendem a trabalhar em grupo, desenvolvem a prática da organização que levam para seus lares, criam projetos que os auxiliam no seu cotidiano e aumentam a curiosidade de aprender algo mais”. 

A criatividade, socialização e resiliência também entram no combo de vantagens trazidos pelas aulas, mostrando que a robótica é um grande investimento no relacionamento com a tecnologia e desenvolvimento sociocognitivo das crianças e adolescentes. 

g