×

NOSSO BLOG

22 de Fevereiro de 2011

O HOMEM E A LITERATURA

Compartilhar:

  A Literatura sempre se mostrou como um “espelho” social, pois sempre mostra (ou mostrou-se) o reflexo da sociedade na qual o escritor está (ou esteve) incluído, mas até que ponto a Literatura pode revelar e interpretar o comportamento humano?    “É certo e até mesmo evidente que a psicologia, ciência dos processos anímicos, pode relacionar-se com o campo da literatura.” Carl Gustav Jung certamente tinha descoberto que a leitura de bons livros é como uma conversação com os melhores homens dos séculos passados e até mesmo uma conversação estudada, na qual eles revelam apenas os melhores de seus pensamentos.     A Literatura não se preocupa apenas em registrar fatos, mas apresenta também acontecimentos por meio dos quais é possível compreender melhor o comportamento das pessoas, dessa forma o estudo da literatura auxilia-nos a compreender melhor a natureza de nossas ações e sentimentos. A poesia é a linguagem dos sentimentos que não sabemos expressar nessas instancias a Literatura constitui-se a materialização dos sentimentos e emoções que não sabemos expressar.     Ler obras literárias não é apenas percorrer com nossos olhos, páginas e mais páginas a procura de um final de enredo “eletrizante” ou um final feliz, significa também, lidar com sentimentos, emoções, dúvidas e perplexidades, e com todas as particularidades do ser humano.    A literatura não é estática; é uma força viva; é o reflexo do pensamento e do psiquismo de nossa sociedade; é um verdadeiro espelho de nossos comportamentos, por isso se torna ferramenta indispensável à compreensão e explicação do ser humano.

20190911104701_5d78fad5320c8.jpg